Buscar
  • Maximiza RH

Você já deve ter ouvido falar sobre as categorizações de gerações de acordo com o período histórico.



Essas classificações por bastante tempo ajudaram os pesquisadores a entender como cada grupo de indivíduos que cresceu em cada época pensa e age. Porém, acabaram, por muitas vezes rotulando os indivíduos.

Mas, essas nomenclaturas estão sofrendo mudanças. De acordo com Gina Pell, chefe de conteúdo da The What, os indivíduos devem ser estudados não apenas pelas suas idades, mas sim pelo estilo de vida.

Daí surge um novo conceito: perennials, cuja tradução é literal: perenes – surgiu como um contraponto à tendência de categorizar as gerações por idade e características relacionadas ao seu tempo, mais especificamente aos Millennials, ou à Geração Y.

Eles não pertencem a uma geração específica: são indivíduos de qualquer idade, atualizados tecnologicamente e com amigos também de qualquer idade. Esse novo movimento, portanto, não está fundamentado em aspectos cronológicos, mas sim em identidade social.

Essa discussão é fundamental para ajudar a profissionais de RH e empresários a acabarem com PRÉ DEFINIÇÕES e PRÉ-CONCEITOS relacionados a percepção de idade.

Sabemos que muitas faixas etárias são menosprezadas e processos seletivos, por pensarem que estão desatualizadas. Mas, os candidatos estão demonstrando que estão cada vez "antenadas" e dispostas a se conectarem com o que há demais mais novo no mercado.

Então, profissional de recursos humanos, esteja com os olhos atentos a todo o mercado, evite categorizações.

Gostou desse post? Envie para os seus amigos que trabalham em RH para também se atualizarem com o que há de mais novo no mercado.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo